Harry Potter =)

4 05 2011

E ai galera, como estamos?
Eu Eduardo continuo aqui firme e forte na tentativa de continuar a postar aqui minhas opiniões a vocês. Admito que estamos meio ociosos ultimamente, mas é porque realmente está complicado conseguir tempo e, principalmente, assunto para tanto.
Então vamos lá, hoje irei falar novamente sobre Livros que eu tenho lido, e consequentemente sobre filmes.
O Tema do post de hoje é o bruxinho mais amado e odiado dos últimos tempos, Harry Potter!
Estou relendo os livros do harry potter (sim, relendo, já li eles umas 5 vezes pelo menos). E se você (assim como grande parte dos leitores) acha que Harry Potter e ruim, eu te digo: Não, não é! Mas não adianta ler acreditando que vai encontrar ali uma profundidade de personagens ou de história digna de um Tolkien da vida porque ai sim você irá se decepcionar. Se você ler ele (assim como eu estou fazendo) sem pretensão nenhuma além de um bom passatempo, você irá se divertir bastante! Isso porque os livros têm uma leitura bem linear, letras grandes e palavras de fácil entendimento (não tem como você travar na leitura por não entender algo). Fora que a leitura é bem rápida (em 12 horas de leitura não seguidas li mais ou menos mil páginas – 3 livros). Estou atualmente lendo o 4 livro (O Cálice de fogo) e vou fazer alguns comentários sobre os três livros iniciais e os Três filmes iniciais, comparano os mesmos para fazer você entender que, se você gostou dos filmes, então LEIA OS LIVROS PORQUE SÃO MIL VEZES MELHORES!!!

1 – Harry Potter e a Pedra Filosofal:
Livro: nesse livro somos apresentados ao universo bruxo e aos personagens principais desle (Harry, Rony e Hermione). Somos apresentados a toda história triste de Harry e a sua difícil convivência com seus parentes trouxas (aqueles que não são mágicos) e ao seu inimigo mortal: Voldemort!
Com o desenrolar da história percebemos que o livro tem uma dinâmica muito grande e você não fica entediado em nenhum momento, pois não existem momentos chatos ou com enrolação, mas já lhes aviso: Leiam o livro tendo na mente que ele é direcionado a adolescentes ok? O final do livro é meio rápido demais e algumas perguntas ficam na nossa cabeça…
Nota para o Livro (escala de 0 a 10): 7
Filme: A adaptação do livro e extremamente fiel, cortando pontos desnecessários e colocando tudo que é importante do livro no filme. Apesar de aparentemente não ter um grande orçamento e ter alguns atores muito ruins (as crianças não são bons atores.. ainda) o filme diverte.
Nota para o Filme: 6,5

2 – Harry POtter e a Câmara Secreta:
Livro: Nesse livro acompanhamos o desenrolar do segundo ano dos personagens na escola de bruxos e percebemos que a autora começa a dar maior profundidade (e personalidade) a outros personagens da série, além de realmente firmar a amizade entre Harry, Rony e Hermione como a principal da série (deixando Neville de lado, pois durante o primeiro livro você não sabia se teriamos 4 amigos ou somente dois – Harry e Rony). O Livro começa a introduzir um pouco mais de clima adulto na história, e apesar de ainda confuso e ter algumas passagens que te deixam com um ponto de interrogação na cabeça, é muito legal. O desenrolar final da história é ótimo (a autora costuma reservar mais ou menos 1/5 do livro para o desenrolar final da história, em todos livros da série).
Nota para o Livro: 7,5
Filme: O filme não consegue retratar a história tão bem como o livro, e a ambientação fica muito pesada e falsa ao mesmo tempo, culpa dos atores ainda mirins. Existem muitos pontos cortados q seriam importantes para o desenrolar da série, e em minha opinião, é o filme mais fraco.
Nota para o filme: 5

3 – Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
Livro: O foco do livro já começa a mudar, porque as crianças já estão ficando maiores e começam a entender mais das coisas. O Harry deixa de ser um moleque chato, a hermione deixa de ser chata e o Rony deixa de ser burro e a autora começa finalmente a dar contornos de série a história, deixando muitas pontas para os próximos livros (pontas intencionais, diferente das pontas dos dois primeiros livros). O Final e surpreendente (O Melhor entre todos na minha opinião), existe um grande debate em relação ao preconceito na história também. E um detalhe desse livro é que o vilão da história não é o Voldemort, como em todos os outros 6 livros da série.
Nota para o Livro: 9
Filme: O Diretor do filme mudou e, consequentemente, o foco do mesmo. A partir desse filme percebemos que a história não mais e tão fiel ao livro e cada vez mais perguntas ficam em nossa cabeça. Isso não é ruim quando levarmos em conta que não tem como filomar o livro todo, mas para quem leu os livros percebe que ele deixa muita coisa de fora e acaba colocando coisas extremamente desnecessárias. Mas de qualquer forma esse filme ainda assim é muito bom e captura toda a atmosfera do livro de uma forma muito boa, e se tornou, na minha opinião, o melhor filme da série.
Nota do Filme: 9,5

Então é isso galera.
Se possível na semana que vem continuo com a série (se conseguir ler os demais livros até lá rsrs).

Dica Músical da semana
Essa semana tenho escutado muito o Novo cd do Foo Fighters (Wasting Light). Mano, como é bom! Ta muito melhor que todos os outros cds deles, diferente de tudo que eles já gravaram ao mesmo tempo que não deixa de ser foo fighters. E falando sério, não tem como falar do cd porque não vou conseguir transmitir a vocês o quão bom ele é so com palavras. Vocês têm que escutar!!!
Faixas preferidas: Rope, Arlandria e These Days (essa é muito foda!)

Por hoje é só pessoal! Não desanimem que continuaremos a postar aqui normalmente, mesmo que não seja com uma grande constância.
Abraços

Anúncios




A resposta é…. 42

27 04 2011

Olá amigos!
Eu sou o Eduardo e após umas merecidas férias estamos de volta a todo vapor novamente aqui no Sem Pretensões. Ahá, você achou que tinhamos desistido finalmente de insistir no erro de postar aqui né? Pois erraram redondamente hahaha.
Hoje irei falar sobtre uma trilogia de livros que eu gosto muito e me divirto sempre que leio (já li umas 5 vezes cada um).
Falo da Trilogia O Guia dos Mochileiros das Galáxias, de autoria de Douglas Adams!
Essa controversa série de livros agrada uns e desagrada a outros na mesma proporção, visto tratar de ficção científica com humor negro e pitadas de nonsense.
A série tem como foco o personagem Arthur Dent, um humano perfeitamente normal que em uma bela manhã tem sua vida virada de ponta cabeça e enbarga em uma aventura intergalática passando pelo fim do universo e princípio da terra.
Abaixo um breve resumo dos livros:

O Guia dos Mochileiros das Galáxias:
No primeiro livro da série somos apresentados aos cinco personagens principais: Arthur Dent, Ford Prefect, Tricia McMillan, Zaphod Beeblebrox e Marvin (O melhor personagem em minha opinião).
A História começa com A demolição do planeta terra pelos Vogons, e Arthur sendo salvo por seu amigo Ford (que ele desconhecia ser um ET). A partir de então são inseridos em diversas aventuras nonsense que culminam com a visita ao Planeta esquecido de Magrathea, onde descobrem que a terra na realidade e um grande computador que foi projetado para descobrir qual a pergunta essencial da vida, o universo e tudo mais (porque a resposta eles já sabiam ser 42).

O Restaurante no fim do Universo:
Os personagens vão comer algo no restaurante no fim do universo onde presenciam o final do universo em um espetáculo repetido todos os dias. Após sairem do espetáculo roubam uma nave que está direionada a ser destruida em um sol como parte do espetáculo de uma banda. Acabam por se teletransportarem cada um para um canto, com marvin ficando para trás. Arthur e Ford são teletransportadosp ara uma nave que acaba caindo na terra pré-histórica e iniciando a colonização da mesma.

A Vida, o Universo e Tudo Mais:
Arthur e Ford estão na terra pré-histórica e ficam por ai o livro todo. No final conseguem se teletransportarem (Em um sofá) para o tempo presente da terra, alguns dias antes da destruição da mesma. Embarcam então em mais uma viagem pelo universo com o intuito de impedir que uma raça alienígena obsessiva acabe com todo o universo.

Até Logo e Obrigado pelos Peixes:
Arthur volta para a terra e volta a levar a mesma vidinha de merda que tinha, conhece uma garota, se apaixona e quando revela a ela ser um viajante espacial a mesma diz querer viajar pelo espaço com ele. Ele aceita e perde ela durante uma viagem.

Praticamente Inofensiva:
Esse livro traça meio que uma história dos personagens em um universo paralelo, onde Arthur e Tricia tem uma filha (por inseminação artificial), Arthur e Ford encontram Elvis e outras coisas estranhas acontecem.

Bem, sei que meus resumos não ficaram tãooo bons assim, mas é porque é muito difícil explicar e resumir os livros sem contar a história mesmo, pois eles são dinâmicos demais e nonsense demais também.
Recomendo essa trilogia de 5 livros para todos (mas já aviso que para quem não gosta de ficção e humor negro os livros podem ir ficando chatos, principalmente o último).
E mesmo para quem gosta pode ser difícil apegar-se a leitura, por justamente ser nonsense demais.
Aproveitem as constantes promoções dos mesmos no submarino e comprem. Será uma boa leitura!
Então é isso. ATé mais e não se esqueçam de sempre carregarem a sua toalha com vocês!

DICA DE MÚSICA:
A partir desse post irei sempre tentar dar uma dica de algo para se ouvir. Atualmente estou ouvindo o cd novo do CPM 22 (Depois de Um Longo Inverno). O cd é muito legal, mesmo sendo quase todo com SKA. Recomento uma escutada para poder ao menos conhecer esse ritmo tão bacana e que possui grande relação com o Hardcore.
Ps. Escutem e prestem atenção na Música “Filme que eu nunca Vi”. Achei ela demais, bem como quase todas as outras do CD rs

Abraços.
Att. Eduardo Ferreira





Across The Universe

4 04 2011

Tardeeee pessoarrrrrr…..
Hoje vou falar de um filme… de um musical pra ser exata que, pra quem ainda não assistiu, recomendo muito (eu não gosto muito de filme do gênero musical mas esse é maravilhoso). O filme é o “Across The Universe”, e toda história é contada através de músicas dos Beatles e, pra quem curte como eu, é maravilhoso. Só para se ter uma idéia os personagens principais se chamam Judy e Lucy. Além de toda referência aos Beatles ainda temos personagens que nos fazem lembrar de Jimmi Hendrix, Janis Joplin e Kurt Cobain… além da participação no elenco de Bono Vox.
Pra quem gosta recomendo e, pra quem não gosta (ou não conhece mas tem curiosidade em ver algo interessante sobre os Beatles), também não vai se arrepender. Faz tempo que vi esse filme e não me canso de rever.
Aliás quem poderia se cansar de Beatles né?!
Att. Doritéia





QUANTAS LUZES CARA!

17 03 2011

Visualmente terrível e enredo mal explorado. Calma! Antes que você, provavelmente, queira me amarrar num poste e atear fogo no meu corpo por blasfêmia, preciso lhe dizer que estou falando de TRON, sabe, aquele de 1982, o TRON 1. Era um filme com uma ideia boa, porém muito mal feito. Nisso concordaremos vai!
Minha coluna de hoje não é para falar sobre TRON 1, e sim sobre TRON Legacy, ou TRON 2, como preferir.
O que posso lhe dizer é: Quando terminei de assistir, parei e falei: “Porra, quero mais!”. O filme é, realmente, muito bom!
Visualmente o filme é fantástico! Aquelas luzes! Demais cara! Todo aquele espaço irreal, todo aquele fantástico acontecendo, sensacional! Locura mer’mão!
Por incrível que pareça, o enredo do filme é bom! É uma história bem tramada, até o final você não sabe o que vai acontecer realmente. Logicamente, você faz algumas suposições, mas sempre fica na dúvida se você está certo ou não. A única que coisa que foi batata, foi que o rapazinho ia ficar com a Thirteen* no final.
O que deve ser considerado um capítulo a parte é a trilha sonora. A trilha é tão boa que eu nem vou elogiar, só vou dizer o seguinte: Puta que pariu, só podia ser o Daft Punk!
Minha enxurrada de elogios vai parar por aqui. Se quiser saber mais sobre o filme, assista!
Para terminar eu diria: Se eu não tivesse preguiça de assistir um filme pela segunda vez, certamente, eu assistia TRON 2 novamente. O TRON 1 não. É muito ruim.

* Se você não sabe quem é Thirteen, Está na hora de você assistir House M.D., TODAS AS TEMPORADAS!
Ou procura no Google, dá no mesmo.

Informações IMDB:

Tron: O Legado (2010)
TRON: Legacy (original title)
125 min – Action | Adventure | Sci-Fi – 17 December 2010 (Brazil)
7.2/10
Users: (48,486 votes) 498 reviews | Critics: 341 reviews Metascore: 49/100 (based on 40 reviews from Metacritic.com)
Att. Rafael Padovan





GATOS MOTOQUEIROS PÓS APOCALÍPTICOS

3 03 2011
Olá para todos leitores, se tiver algum.
Durante minhas reflexões sobre o que escrever, optei falar sobre um filme que vi recentemente e, para minha decepção, cara, é muito ruim!
O filme, de certa forma, é antigo, ele é de 1979 e estrelado por, o pai de muitos filhos, Mel Gibson. Aos que ainda não sabem, o filme é MAD MAX.
Acredito que não só eu, mas como outros da minha geração, cresceram acreditando na lenda que esse filme é bom, mesmo sem nunca assisti-lo, afinal, é um clássico!
Depois de velho, decidi assisti-lo. Cara, decepção.
Eu não vou fazer uma sinopse do filme, vou deixar apenas as informações que retirei do IMDB que, com uma linha, faz uma sinopse perfeita do filme.
MAD MAX é um filme raso, sem contexto, com personagens sem motivação e atuações pessímas. Ah! sim, a montagem do filme é tenebrosa também.
O que realmente me chamou atenção – pelo lado negativo – foi a gangue de motoqueiros. Se você já assistiu o músical CATS, você vai notar uma certa semelhança entre os gatos e os motoqueiros. O ponto alto da gangue é Toecutter, o chefe. Ficou tão ruim que eu não tenho um adjetivo para ele.
Aí vai uma dica para você querer arrancar seus olhos depois de ver MAD MAX, assista primeiro CATS e depois MAD MAX. Você terá, assim como eu, vontade de arrancar seus olhos!
Como não há mal que sempre dure, o filme, a partir do momento que o Max vira Mad Max, fica um pouco melhor, eu diria que ele sai do nível tenebroso para o nível ruim.
Eu acho que isto é tudo o que tenho a dizer sobre este filme.
Se eu fosse você, assistiria, só para depois assistir o Mad Max 2, que é um filme legal. Calma! é só legal.

Mad Max (1979)
88 min  –  Action | Adventure | Sci-Fi   –  12 April 1979 (Australia)
6.9/10
Users: (39,061 votes) 207 reviews | Critics: 82 reviews
In a dystopic future Australia, a vicious biker gang murder a cop’s family and make his fight with them personal.
Director: George Miller
Writers: George Miller (story), Byron Kennedy (story), and 2 more credits »
Stars: Mel Gibson, Joanne Samuel and Hugh Keays-Byrne
Att. Rafael Padovan